2017 | Grupo Dominus - -Todos os direitos reservados.

Inventário de estoque: entenda de maneira simplificada

October 29, 2018

 

Muitas empresas que estão no mercado há anos não fizeram um inventário preciso ou possuem uma posição real para um controle do que foi vendido, comprado, locado ou retirado do estoque. E isso dificulta a vida da empresa tanto para o controle comercial quanto para o controle contábil no exercício fiscal.  

 

O que é inventário? 

 

O inventário compreende os bens e materiais da empresa que estão disponíveis em seu estoque, sejam armazenados na própria empresa ou em local externo, mas pertencentes a ela.  

 

O conceito para a produção de inventário de estoque no Brasil é regido pelo Conselho Federal de Contabilidade, por meio das Normas Brasileiras de Contabilidade abrangendo as determinações de padrões para a produção do inventário.  

 

É recomendável que as empresas possuam o livro Registro de Inventário, que tem a finalidade de catalogar os produtos constantes nos estoques no momento do levantamento do balanço da instituição. 

 

Benefícios do inventário de estoque

 

Evita desperdícios, melhor aplicação do capital de giro e melhor atendimento ao cliente 

Ter controle sobre o que possui no estoque evita que a empresa faça investimentos desnecessários com compra dos mesmos produtos, assim como pode se planejar para a compra de novos itens de acordo com a demanda e rotatividade do estoque.  

Manter disponíveis no estoque os produtos mais procurados no seu ramo de atuação fará toda diferença para a decisão do cliente pela sua empresa. 

 

Cumprimento da legislação  

 

A empresa está sujeita a penalizações que podem trazer prejuízos para os negócios caso haja divergências entre o Inventário de Estoque o estoque físico.  

 

A empresa também está sujeita a penalizações em casos de extravio, inexistência, perda e não registro do inventário, assim como pela falta de transmissão para a EFD (Escrituração Fiscal Digital). 

 

Tipos de inventário 

 

Basicamente, existem três tipos de inventários que podem ser escolhidos de acordo com a obrigatoriedade ou por decisão estratégica da empresa. 

 

Inventário rotativo ou cíclico 

 

Este inventário compreende a contagem de forma continua em frequência pré-determinada, podendo ser diária, semanal, mensal, semestral e etc... 

 

Inventário periódico  

 

Este inventário compreende a contagem do inventário no final de período determinado. Normalmente a empresa mantém o controle por um sistema, aonde são lançadas as entradas e saídas do estoque.  

 

No inventário periódico a empresa valida e atualiza as informações, corrigindo falhas humanas e elabora os demonstrativos financeiros. 

 

Inventário geral 

 

Nesse caso, tem como finalidade produzir demonstrativos financeiros. Normalmente requisitado por contadores e acionistas da organização.  

 

Pode exigir interrupção das atividades no estoque da empresa por um período necessário a contagem e validação dos itens, fazendo um comparativo do que foi registrado com o existente. 

Nas empresas de manufatura, o controle de estoque compreende o estoque de matéria prima, material em processo e produtos finais.  

 

Em todos os casos, é importante manter a organização e fácil acesso aos dados para um inventário mais assertivo e célere. Veja aqui 4 dicas para fazer seu inventário 

 

As datas para escrituração do livro de Registro de Inventário podem variar de acordo com regime tributário da empresa, podendo ser trimestral ou anual e em alguns casos específicos, como fusão, cisão, incorporação ou encerramento de atividades da organização. Sendo o contador, o profissional mais indicado para auxiliar com as informações inerentes ao seu negócio.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes